quarta-feira, 16 de abril de 2014

Tráfico

Passageiro é preso levando 7 quilos de maconha na bagagem
Polícia Militar Rodoviária
O passageiro entregaria a maconha em Franco da Rocha

A Polícia Militar Rodoviária apreendeu 7,1 quilos de maconha e prendeu o passageiro de um ônibus, às 22 horas de terça-feira (15), em Presidente Epitácio – distante 647 quilômetros da Capital.

A apreensão aconteceu durante fiscalização em um ônibus de viagem na altura do km 648 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270).

Policiais da 2ª Companhia do 2º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (2º BPRv) encontraram a droga na bagagem do passageiro. Ele confessou que trouxe o entorpecente de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e levaria para Franco da Rocha, cidade da Grande São Paulo.

O homem foi preso em flagrante, levado à Delegacia de Polícia Presidente Prudente e indiciado por tráfico de drogas.


Fonte e foto:SSP-SP.


São Paulo> Operação Semana Santa reforça segurança nas estradas estaduais


Polícia Rodoviária

Os PMs contarão com 349 bafômetros para a realização de testes de embriaguez
A Polícia Rodoviária realiza a partir das 14 horas desta quinta-feira (17) uma operação especial para reforçar a segurança nos mais de 22 mil quilômetros de rodovias estaduais durante a Operação Semana Santa/Tiradentes 2014.

Na ação, serão empregados diariamente 1.600 policiais em 700 viaturas dos cinco batalhões de Polícia Militar Rodoviária, além de policiais do Grupamento de Radiopatrulha Aérea (GPRAe) e de unidades regionais.

A fiscalização da velocidade dos carros nas rodovias será feita por meio de 61 radares móveis inteligentes – que podem ser utilizados de dentro da viatura, mesmo em movimento -, 125 radares portáteis e 93 fixos, além de sistemas integrados de câmeras.

A Polícia Rodoviária contará com 349 bafômetros para a realização de testes de embriaguez da Operação Direção Segura, que também serão usados em ocorrências de acidentes.

A ação, que vai até a meia-noite de segunda-feira (21 de abril), tem como objetivo evitar acidentes e garantir a fluidez do trânsito.

Equipamentos

Os radares móveis inteligentes permitem dar mais mobilidade ao trânsito e melhorar a fiscalização. Esses equipamentos são chamados de OCR Embarcados e leem automaticamente as placas dos veículos. Depois, as informações são repassadas aos policiais quase instantaneamente. Com isso, é possível selecionar, de forma mais eficiente, quais carros serão abordados.

O radar facilita o encontro de veículos roubados e, consequentemente, a prisão de criminosos: o sistema integrado registra as placas de carros com irregularidades, permitindo que todos os radares da malha viária paulista possam encontrá-los. Para que isso aconteça, a polícia destaca a importância da comunicação de ocorrências pelo 190.

Álcool e trânsito

A PM alerta que o motorista que for flagrado dirigindo embriagado será multado em R$ 1.915,40 e poderá ter o veículo apreendido e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) retida por 12 meses. O condutor terá ainda que responder criminalmente a uma pena de seis meses a três anos de prisão.

A operação contará também com a participação da Secretaria de Logística e Transportes e da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), empresa Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) e das concessionárias de rodovias.

Recomendações

Para quem pretende viajar durante o feriado prolongado, a Polícia Militar recomenda cuidados especiais, tais como:

- O planejamento da viagem, com a definição do itinerário, anotação de telefones de emergência, localização das bases da Polícia e de pontos de apoio para eventuais paradas;

- A revisão do veículo, com atenção especial aos equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e sinalização, combustível e documentação;

- A não ingestão de bebidas alcoólicas ou outras substâncias que alterem a capacidade de direção do veículo;

- O cumprimento das normas e da sinalização de trânsito.

Fonte e fotos:Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública

Investigação


Novo Laboratório de Arte Forense reconstitui imagens de vítimas e pessoas desaparecidas em 3D


O delegado geral de polícia, Luiz Mauricio Souza Blazeck, apresentou à Imprensa o novo Laboratório de Arte Forense do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP)
Com tecnologia pioneira na América Latina, o laboratório conta com um sistema de computação gráfica com manipulação de imagens em terceira dimensão que permite a projeção de idade para auxiliar na localização de pessoas desaparecidas e reconstituição facial de vítimas.

Antes de ser inaugurado, o primeiro caso trabalhado no laboratório foi o de uma menina de aproximadamente 5 anos, encontrada morta em maio de 2012. Seu corpo estava às margens de um riacho no bairro Campo Grande, na zona Sul da Capital, com marcas de pancadas na cabeça. Sem queixas de seu desaparecimento, o corpo foi enterrado como indigente no cemitério de Perus. Com a ajuda de um aparelho de tomografia do Instituto Médico Legal foi possível reconstituir detalhadamente o crânio da criança. A partir daí, os artistas forenses Sydnei Barbosa e Vilson Martins, utilizando computadores e monitores especiais, conseguiram reconstruir as imagens até obter um retrato em 3D da garota.

“São várias fases do processo, desde a composição da musculatura, a gordura da face e todos os pontos antropométricos, para se chegar à qualidade de divulgação do trabalho e a pessoa possa ser reconhecida”, disse Barbosa que já atua com retrato falado na Polícia Civil.

“Essa menina foi sepultada sem identidade. Queremos poder identificá-la. Tirar o número da sepultura e colocar um nome. Esse é um sonho que está perto de se tornar possível”, salientou a delegada diretora do DHPP, Elisabete Sato.



Com a tecnologia avançada, será possível desvendar muitos outros crimes como o recente caso do corpo esquartejado encontrado no bairro de Higienópolis, no último dia 23. A parte da cabeça foi encontrada na praça da Sé e, mesmo com o rosto desfigurado da vítima, foi possível obter uma imagem, que poderá ser comprovada em breve pelo exame de DNA confrontado com o da família de uma pessoa desaparecida com feições muito semelhantes. “Essa é demonstração efetiva de que podemos fazer algo pela vítima”, disse a delegada Elisabete Sato, que se preocupa efetivamente com a importância da confirmação da identidade antes de dar a notícia definitiva aos familiares da vítima.
“Esse é um marco na Polícia Civil que proporcionará o esclarecimento de muitos casos. Um verdadeiro respeito à dignidade da pessoa humana”, concluiu o delegado geral Mauricio Blazeck.

Fonte e fotos:Comunicação social Policia Civil.

Delegado Geral e Conselho da Polícia Civil participam da ampliação do Sistema Detecta no Palácio dos Bandeirantes

A ferramenta aumenta a eficácia policial no combate ao crime, além de emitir alertas de ações criminosas

O delegado geral, Luiz Mauricio Souza Blazeck, e o delegado geral adjunto, Valmir Eduardo Granucci, participaram na manhã desta quarta-feira (16), da assinatura oficial da ampliação do sistema Detecta, para monitoramento de crimes, com câmeras e alarmes em tempo real no Estado de São Paulo. Todos os delegados do Conselho da Polícia Civil (CPC) também participaram do evento que foi realizado no Palácio dos Bandeirantes e contou ainda, com a presença do governador Geraldo Alckmin, do secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira e do presidente da Microsoft Brasil, Mariano de Beer.
O sistema vai ajudar no patrulhamento, investigação, planejamento de combate a crimes e identificação dos padrões de delitos em cada localidade.

Segundo Mauricio Blazeck: “É um programa extraordinário que vem ao encontro de todas as nossas aspirações investigativas e de um trabalho de inteligência policial que fortalece a segurança pública como um todo e, principalmente a polícia judiciária. É uma ferramenta e um recurso que será bem utilizado no combate ao crime. Tenho a certeza que, além de inovação, ela é um grande progresso porque vai proporcionar e propiciar que a polícia, de forma mais ágil e mais rápida dê uma pronta resposta à sociedade”.

O secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, afirmou que “Esse sistema representa uma ferramenta indispensável para nós avançarmos em matéria de segurança pública. Porque vamos ter a gestão de informações em quantidade, em qualidade, tempo e agilidade. A ferramenta permite tanto em termos de inteligência, como de investigação, uma leitura rápida em tempo real para relacionar eventos criminosos a pessoas, coisas, veículos, dando portanto, sustentação ao trabalho policial. Estamos inovando, usando o melhor em tecnologia, uma experiência exitosa de Nova Iorque que tem as mesmas características de São Paulo e, por isso, acreditamos que irá potencializar o trabalho da polícia que terá uma ferramenta valiosíssima para a sua atuação”.

A ferramenta foi desenvolvida para combater ações contra o terrorismo e outros tipos de crimes. É a primeira vez que o sistema será utilizado fora de Nova Iorque.

O presidente da Microsoft Brasil, Mariano de Beer, falou da importância da parceria: “Este projeto é uma oportunidade da Microsoft de colaborar com modelos inovadores de gestão policial com base no uso de tecnologia. O pioneirismo do governo do Estado de São Paulo ao adotar o sistema implantado com sucesso em Nova Iorque, será um aliado importante para combater o crime e proporcionar mais segurança aos cidadãos”.

Já o governador Geraldo Alckmin destacou que São Paulo está sempre inovando: “Estamos assinando o melhor sistema do mundo e trazendo para São Paulo uma ferramenta importantíssima no combate ao crime. Esta é mais uma iniciativa para melhorar a qualidade de vida das pessoas do nosso Estado.” , disse Alckmin.

As investigações também ganharão agilidade no acesso e no cruzamento de informações. Será possível, por exemplo, fazer buscas de um determinado nome e localizar em um mapa todas as ocorrências relacionadas a ele, seja na Polícia Civil, na Militar ou no Detran.

Outra possibilidade é que seja emitido um alerta sempre que for registrado um crime com as mesmas características de outro que já está sendo investigado, mesmo que seja em regiões ou cidades diferentes.

A nova ferramenta vai oferecer vários recursos porque une tecnologias mais modernas na área da computação: Big Data, que armazena e processa grandes quantidades de informações, e Business Intelligence, que permite processar informações para finalidades determinadas previamente, como no caso dos alarmes.

Para tornar o sistema possível, a Prodesp irá gerenciar servidores que ficarão isolados na Internet para que os dados sejam protegidos. Apesar do novo Detecta ser um sistema de alta tecnologia, o seu uso será fácil para o usuário final. A ferramenta dispõe as informações de forma intuitiva e, sempre que possível, localizadas em um mapa.

*Fonte e foto: Comunicação Social Polícia Civi

terça-feira, 15 de abril de 2014

OPERAÇÃO ESCORPIÃO


Arte PF-divulgação.
Operação Escorpião combate tráfico internacional de drogas em 5 estados

Foto 1-Integrantes da organização criminosa atuavam na
região de Araraquara (Foto: Rodrigo Sargaço/EPTV)
PF prende 32 pessoas em operação de combate ao tráfico internacional

Empresários de 3 cidades da região de Araraquara, SP, estão entre presos.

Operação 'Escorpião' em outros 4 estados teve participação de 200 policiais.
Do G1 São Carlos e Araraquara

Trinta e duas pessoas, sendo a maioria empresários e comerciantes, foram presos nesta terça-feira (15) suspeitos de integrar duas quadrilhas de tráfico internacional de drogas em cinco estados do país, segundo informou a Polícia Federal de Araraquara (SP) em uma coletiva de imprensa nesta tarde. As prisões aconteceram durante a Operação 'Escorpião', que teve a participação de 200 policiais e cumpriu mandados em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná. Seis pessoas estão foragidas no Paraguai.

No Estado de São Paulo foram presas 25 pessoas. Dessas, 17 são de três cidades do interior de São Paulo, sendo sete em Araraquara, oito em Ribeirão Preto, e duas em Jaboticabal. Também ocorreram prisões em Minas Gerais (3), Mato Grosso (2) e Mato Grosso do Sul (1). Todos são suspeitos de integrar duas quadrilhas de comandar o tráfico internacional de cerca de 3 toneladas de maconha e 1 tonelada de cocaína durante um ano. A PF também apreendeu dinheiro, armas, munições e veículos, mas os números ainda não foram divulgados.

Segundo o delegado da PF de Araraquara, Alexandre Custódio Neto, a operação teve o objetivo de cumprir 43 mandados de prisão preventiva e 52 de busca e apreensão nos estados. A ação foi deflagrada em cumprimento à decisão da 2ª Vara Federal de Araraquara (SP), que também determinou o bloqueio de diversas contas bancárias. Foi pedida a prisão de mais seis pessoas que estão foragidas no Paraguai.

No interior de São Paulo, os suspeitos presos eram em sua maioria empresários e comerciantes. Seis pessoas, sendo cinco em Araraquara e uma em Ribeirão, já estavam presas. "Em Araraquara tinham empresários do ramo de hortifrutigranjeiro, pizzaria, arrendamento de caminhão de câmara fria. Em Ribeirão, vários trabalhavam com comércio. Já em Jaboticabal eles eram do ramo de venda veículos, que acabavam sendo usados no transporte de drogas", explicou o delegado da PF de Araraquara, Alexandre Custódio Neto.

O nome da operação 'Escorpião' tem relação com um tipo de cocaína negociada pelas duas quadrilhas. "É uma pasta base, uma cocaína de melhor qualidade e mais cara. Ele era adquirida com traficantes do Mato Grosso, que traziam da Bolívia e do Paraguai", afirmou Custódio Neto.

A investigação começou em fevereiro de 2013, depois que a PF flagrou um laboratório de drogas em Altinópolis e, em março, prendeu um traficante de drogas em Cascavel (PR). O trabalho já resultou na prisão de 26 pessoas e apreensão de 380 quilos de cocaína, 130 quilos de maconha, 500 pontos de LSD, quatro armas de fogo, 28 veículos e R$ 100 mil. À época, os entorpecentes apreendidas chegaram ao país pelas regiões de fronteira de Foz do Iguaçu (PR), Ponta Porã (MS), Corumbá (MS) e Cáceres (MT)
Os integrantes das organizações criminosas investigadas atuavam na região de Araraquara e Ribeirão Preto, onde comercializavam drogas trazidas da Bolívia e Paraguai em carros e caminhões. O material era adquirido por traficantes de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e, parte da carga, também se destinava ao estado de Minas Gerais, de acordo com a PF. "Durante o trabalho, foi possível identificar alguns fornecedores que atuam na região de fronteira. Grande parte da maconha e da cocaína ficava aqui na região e uma parte ia para Belo Horizonte e para a região de Itaúna", afirmou o delegado.


A droga que chegava à região também era distribuída em São Carlos, Jaú, Bauru, Monte Alto e Olímpia. "Ocorreram várias apreensões consideráveis de cocaína, maconha, produtos químicos utilizados no preparo de drogas, além de armas de fogo", relatou Custódio Neto.

Outras prisões

Segundo o delegado, os outros suspeitos de tráfico de Araraquara e Ribeirão que já haviam sido detidos em outras ações são os principais líderes das organizações criminosas. "No decorrer das investigações, alguns alvos foram presos e agora recebem novos mandados de prisão porque estavam vinculados a ocorrências anteriores", explicou.
Os investigados responderão na medida de suas participações pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e por integrarem organização criminosa.
Foto-2-Ao menos 12 traficantes presos são de Araraquara,
revelou o delegado (Foto: Rodrigo Sargaço/EPTV)

Do G1-

Grande carga de cigarro contrabandeado é interceptada pelas delegacias DIG/DISE



Terça-feira, 15-04-policiais civis da DIG/DISE de São José do Rio Preto esperavam uma carga de cigarros contrabandeados que passaria pelas estradas de nossa região. Investigações preliminares indicavam que um caminhão bitrem estava vindo do estado do Paraná com contrabando. Ao avistarem o veículo suspeito, na Rodovia BR 153 próximo ao trevo de Talhados, a equipe resolveu abordar o caminhão. Após revistas na carga, os investigadores notaram grande quantidade de cigarros contrabandeados. O caminhão e seu condutor foram conduzidos à DIG, e os policias contabilizaram mais de mil caixas, contendo 50 pacotes cada do produto irregular, ou seja, ao menos meio milhão de maços de cigarros foram tirados de circulação.

O motorista J.R.B. de 33 anos foi preso em flagrante por contrabando. Ele alegou que foi contratado para realizar o frete duma carga que desconhecia o conteúdo. Disse ainda que seguia de Cascavel/PR até Aracajú/SE, seu destino. Ele não sabe ou não quis declinar seus “patrões”, porém os proprietários da carga serão alvos de investigações da delegacia.
A carga será encaminhada a Receita Federal que tomará as medidas cabíveis à mercadoria.
Fonte e fotos:DIG-DISE-divulgação.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Polícia detém quadrilha acusada de tráfico na região de Rio Preto


Arte-PC-divulgação.

A Polícia Civil realizou uma operação, na noite de quinta-feira (10), que terminou com a prisão de uma quadrilha acusada de movimentar o tráfico de drogas em São José do Rio Preto. Durante a ação, foram apreendidos 10 tijolos de cocaína e mais de R$ 55 mil.
Apurações das delegacias de Investigações Gerais (DIG) e de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) da região identificaram que os integrantes do bando estavam em liberdade provisória, porém envolvidos novamente com o tráfico de entorpecentes. No começo de fevereiro, um dos acusados foi detido.
Com o prosseguimento das investigações, os policiais descobriram que a quadrilha faria uma entrega de drogas na noite anterior, na região. Então, as equipes organizaram a ação para flagrar o bando que seguia a uma chácara no município de Monte Aprazível.

Os criminosos, que estavam divididos entre um Siena e uma Saveiro, foram acompanhados pelos policiais e detidos já em São José do Rio Preto, em frente a casa de um deles. A Saveiro era utilizada como veículo “batedor”, ou seja, seus ocupantes ficavam atentos quanto à possível fiscalização policial.

Em compartimentos secretos do Siena, as equipes encontraram 10 tijolos de cocaína pura. No local, foram presos T.A.G., de 27 anos, M.M.S.F., de 26, R.D.B., 21, J.H.F.S., 26, e A.S.C., de 22 anos - este último era investigado por guardar o dinheiro da venda das drogas.

Na casa de A.S.C., os investigadores encontraram um compartimento secreto no chão, onde estavam escondidos mais de R$ 55 mil, distribuídos em pacotes. No local, também foi apreendida uma máquina de contar cédulas de dinheiro.
Chácara em Monte Aprazível

Parte da equipe da Polícia Civil seguiu à chácara de Monte Aprazível, apontada como local usado para o armazenamento das substâncias ilícitas. Durante revista pelo imóvel, os policiais encontraram embalagens para drogas e peças do Siena, que haviam sido retiradas para o armazenamento da cocaína.

Também foram recolhidos, com os acusados, dezenas de celulares e uma camionete Hilux. Os cinco homens foram presos e indiciados por tráfico de drogas e associação ao tráfico na DIG de São José do Rio Preto.

(Fonte:SSP-DIG-DISE)

LUA DE SANGUE: ECLIPSE LUNAR TOTAL SERÁ VISÍVEL NO BRASIL NESTA MADRUGADA


Por Niémerson Gaudêncio em
LUA DE SANGUE: ECLIPSE LUNAR TOTAL SERÁ VISÍVEL NO BRASIL NESTA MADRUGADA

Nesta terça (15), a partir da 01h54 da manhã (horário de Brasília), vai acontecer o raro evento chamado de “Lua de sangue”, que é quando a Lua fica na sombra do planeta em relação ao Sol.

O eclipse lunar vai atingir o seu ápice às 04h46 da madrugada, quando o satélite natural vai estar completamente coberto atrás da Terra. A última vez que este fenômeno ocorreu foi em dezembro de 2011.

A NASA, agência espacial americana, informou que o eclipse vai começar quando a região periférica da Lua atingir a sombra do planeta, que possui a cor âmbar e, em virtude do reflexo solar e da matização de sua passagem pela atmosfera da Terra, o satélite poderá ser visto com um tom avermelhado.

Polícia Civil encontra refinaria e apreende 15 kg de pasta base de cocaína em Araçatuba



A Polícia Civil, por meio da Delegacia Seccional de Araçatuba, desbaratou uma refinaria de cocaína que funcionava em um rancho, às margens do rio Tietê, na zona rural da cidade. A ação ocorreu na última sexta-feira (11).

Investigadores da delegacia seccional e do GOE (Grupo de Operações Especiais) encontraram no local, cerca de 15 quilos de pasta base de cocaína, frascos com éter e outros produtos químicos usados no processamento da droga, antes da distribuição para pontos de venda.

Um homem apontado como o responsável pelo entorpecente foi preso na semana passada. Segundo o delegado seccional de Araçatuba, Nelson Barbosa Filho, o esquema de tráfico de drogas na região movimentava pelo menos R$ 1 milhão por mês. A investigação está sendo feita pela Polícia Civil desde o início do ano.

Na semana passada, os policiais prenderam o dono do rancho. Ele responderá a inquérito por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Na investigação, os policiais apuraram que o rancho era usado como laboratório para o processamento de pasta base de cocaína trazida da Bolívia.

Os policiais civis solicitaram mandado de busca e apreensão à Justiça estadual e entraram na propriedade. Ninguém foi encontrado no local, mas os tabletes de pasta base de cocaína estavam escondidos em um dos cômodos do rancho. Uma motocicleta e aparelhos eletrônicos encontrados no local também foram apreendidos.

INVESTIGAÇÃO

De acordo com Barbosa Filho, a investigação está em andamento e outras pessoas envolvidas no esquema estão sendo procuradas. Os nomes estão sendo mantidos em sigilo para preservar o andamento da operação de combate ao tráfico de drogas na região.

Por Roberto Alexandre - Assessoria de Comunicação do Deinter-10 - Araçatuba
Foto: Polícia Civil encontra refinaria e apreende 15 kg de pasta base de cocaína em Araçatuba

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Seccional de Araçatuba, desbaratou uma refinaria de cocaína que funcionava em um rancho, às margens do rio Tietê, na zona rural da cidade. A ação ocorreu na última sexta-feira (11).

Investigadores da delegacia seccional e do GOE (Grupo de Operações Especiais) encontraram no local, cerca de 15 quilos de pasta base de cocaína, frascos com éter e outros produtos químicos usados no processamento da droga, antes da distribuição para pontos de venda.

Um homem apontado como o responsável pelo entorpecente foi preso na semana passada. Segundo o delegado seccional de Araçatuba, Nelson Barbosa Filho, o esquema de tráfico de drogas na região movimentava pelo menos R$ 1 milhão por mês. A investigação está sendo feita pela Polícia Civil desde o início do ano.

Na semana passada, os policiais prenderam o dono do rancho. Ele responderá a inquérito por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Na investigação, os policiais apuraram que o rancho era usado como laboratório para o processamento de pasta base de cocaína trazida da Bolívia.

Os policiais civis solicitaram mandado de busca e apreensão à Justiça estadual e entraram na propriedade. Ninguém foi encontrado no local, mas os tabletes de pasta base de cocaína estavam escondidos em um dos cômodos do rancho. Uma motocicleta e aparelhos eletrônicos encontrados no local também foram apreendidos.

INVESTIGAÇÃO

De acordo com Barbosa Filho, a investigação está em andamento e outras pessoas envolvidas no esquema estão sendo procuradas. Os nomes estão sendo mantidos em sigilo para preservar o andamento da operação de combate ao tráfico de drogas na região.

Por Roberto Alexandre - Assessoria de Comunicação do Deinter-10 - Araçatuba

Polícia apreende quase 1 mil porções de drogas em "paiol"

A Polícia Civil descobriu, por volta das 9h30 desta segunda-feira (14), um “paiol” de drogas – local usado para armazenamento de entorpecentes – em uma viela no Parque São Bernardo, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.
Durante apurações, uma equipe do setor de investigações do 6º Distrito Policial de São Bernardo do Campo (Baeta Neves) chegou à casa indicada em um denúncia. No local, foram apreendidas 488 porções de cocaína, 122 de maconha e 346 de crack.

Segundo a Polícia Civil, o desempregado J.S.F.S., de 21 anos, que estava na residência, confessou que guardava as drogas em sua casa para traficantes da região.

As substâncias ilícitas foram periciadas pelo Instituto de Criminalística (IC). O desempregado foi preso em flagrante e indiciado por drogas sem autorização ou em desacordo.

Por:Leonardo Amorim
Foto:Polícia Civil
Os entorpecentes foram periciados pelo Instituto de Criminalística (IC)
Fonte:SSP-SP.

quarta-feira, 9 de abril de 2014

DIG/DISE fecha bingo clandestino

A DIG/DISE de São José do Rio Preto investigava há alguns dias uma casa de bingo clandestino no bairro Roseiral, nesta cidade. Após os levantamentos prévios, no início da noite de terça-feira uma equipe de policiais fez campanas nas imediações e notou quando uma pessoa entrava na casa que era alvo das investigações. Os policiais civis entraram em seguida e após buscas no imóvel, localizaram 28 máquinas caça-niquéis. No local os responsáveis, sendo um homem de 33 anos e uma mulher de 45 foram detidos. Eles foram conduzidos à DIG e autuados por jogo de azar e crime contra economia popular. Como não cabe prisão em flagrante nesses delitos, eles foram ouvidos e responderão em liberdade.
Segundo os autuados, eles trabalham no local a mando de uma pessoa que não quiseram declinar o nome, porém esta já é alvo de investigações da delegacia. Por ironia do destino o bingo clandestino fica na Rua Monte CASSINO.


Ao final das investigações deste caso a autoridade policial chegou a conclusões que deseja mostrar ao leitor.

"Estávamos pensando colocações pertinentes à jogatina que tem sido duramente combatida pela DIG/DISE, e aos meios perniciosos como eles conduzem seus "negócios". Então resolvemos esclarecer essas colocações:

As casas de jogos clandestinas são geralmente alugadas em bairros de classe média, ou média-alta. Durante as investigações notamos que as residências de fachada seguem o seguinte padrão:

1) São residências esteticamente bonitas.

2) Se preocupam (criminosos) em prover tudo o que o apostador precisa. Então mantém garrafas de café sempre cheias, para que o apostador não se aborreça com o o sono. O cigarro é liberado nesses locais, para o apostador não levantar de sua máquina. A casa é vedada por espumas acústicas que eliminam a propagação do som, para não despertar alarde na vizinhança. As janelas são vedadas para não dar aos apostadores a NOÇÃO DE TEMPO. Então os jogadores, geralmente idosos, não sabem se é dia ou noite.


A Polícia Civil de Rio Preto, através do telefone 197, cataloga e investiga as denúncias desses crimes. Colaborem com denúncias!



segunda-feira, 7 de abril de 2014

AMEs oferecem tratamento preventivo para homens acima de 50 anos aos sábados




Campanha contra doenças cardiológicas e urológicas será realizada em 21 unidades ambulatoriais

Os interessados podem agendar o atendimento gratuitamente pelo telefone 0800-779-0000, no mês de seu aniversário, assim como os exames e as consultas, sem necessidade de prévio encaminhamento. As unidades envolvidas no programa (Heliópolis, Carapicuíba, Mauá, Araçatuba, Américo Brasiliense, Santos, Praia Grande, Barretos, Bauru, Promissão, Jundiaí, Franca, Ourinhos, Rio Claro, Presidente Prudente, São João da Boa Vista, Mogi Guaçu, Votuporanga, São José do Rio Preto, Sorocaba, Caraguatatuba) funcionarão aos sábados, das 7h até, no mínimo, 13h, já a partir do próximo final de semana. A previsão é de 24 mil check-ups sejam realizados anualmente.

Foto:Unidade Ambulatório Médico de Especialidades-Rio Preto-
divulgação.

A partir de, 31-03, homens acima de 50 anos de idade não têm mais desculpa para descuidar da saúde. Com o programa "Filho que ama leva o pai ao AME", é possível realizar aos sábados tratamentos preventivos nas áreas de cardiologia e urologia em 21 unidades dos AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) do Estado de São Paulo.

"É um programa muito importante de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento para a saúde do homem, que tem como grandes vilões o coração e a próstata", destacou o governador Geraldo Alckmin.

O paciente será atendido em pelo menos dois sábados. No primeiro, passará por uma consulta de enfermagem que envolverá avaliação de peso, altura e risco cardíaco, além de uma bateria de exames laboratoriais de sangue, por exemplo. Já no sábado seguinte, será agendado o retorno para as consultas com um cardiologista e um urologista para a avaliação do resultado dos exames.

"Normalmente, aos sábados a maioria das pessoas não trabalha, o que vai possibilitar maior acesso. Desta forma, também não haverá interferência nos atendimentos de rotina dos AMEs", explicou o secretário da Saúde, David Uip.

Os interessados podem agendar o atendimento gratuitamente pelo telefone 0800-779-0000, no mês de seu aniversário, assim como os exames e as consultas, sem necessidade de prévio encaminhamento. As unidades envolvidas no programa (Heliópolis, Carapicuíba, Mauá, Araçatuba, Américo Brasiliense, Santos, Praia Grande, Barretos, Bauru, Promissão, Jundiaí, Franca, Ourinhos, Rio Claro, Presidente Prudente, São João da Boa Vista, Mogi Guaçu, Votuporanga, São José do Rio Preto, Sorocaba, Caraguatatuba) funcionarão aos sábados, das 7h até, no mínimo, 13h, já a partir do próximo final de semana. A previsão é de 24 mil check-ups sejam realizados anualmente.

Do Portal do Governo do Estado

Polícia apreende 104 quilos de maconha em Catanduva

A Polícia Militar Rodoviária apreendeu 104,1 quilos de maconha, por volta das 16 horas de sábado (5), em Catanduva – distante 396 quilômetros da Capital. Um homem foi preso em flagrante.
A apreensão aconteceu durante fiscalização na altura do km 384 da Rodovia Washington Luís.

Policiais da 1ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (3º BPRv) desconfiaram do nervosismo do motorista de um Renault Logan, com placas de Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Foram encontrados 88 tijolos de maconha em um fundo falso no banco traseiro. A droga foi encaminhada à perícia do Instituto de Criminalística (IC), que constatou 104,1 quilos.
O motorista foi levado ao plantão da Delegacia de Catanduva e indiciado por tráfico de drogas. Ele permanece preso, à disposição da Justiça.

Juliana Chijo, com informações da Polícia Militar Rodoviária

Crédito:Polícia Militar Rodoviária
Foram apreendidos 88 tijolos de maconha
A droga estava em um fundo falso do veículo
Fonte:Secretaria de Segurança Pública - SSP

Polícias retiram quase duas toneladas de drogas das ruas

Em apenas quatro ocorrências, as polícias Militar e Civil de São Paulo retiraram quase duas toneladas de drogas das ruas do Estado, de sexta-feira (4) a domingo (6).
Entre esses casos, a maior apreensão foi em Castilho, quando mais de 1 tonelada de entorpecente foi encontrada; seguida por meia tonelada apreendida em Ilha Solteria, 184 kg de cocaína na Capital e 104 kg de maconha em Catanduva.
Crédito fotos:Polícia Militar

Ilha Solteira

A Polícia Militar deteve quatro homens e duas mulheres integrantes de uma quadrilha de tráfico internacional de drogas, por volta das 9 horas de domingo (6), em Ilha Solteira, a 674 quilômetros da Capital. O bando voltava do Paraguai pela Avenida Adriano Teruiki Kishimoto, na zona rural, com 533,8 quilos de maconha, quando foi abordado.

Durante fiscalização na divisa do Estado de São Paulo com Mato Grosso do Sul, policiais do 28º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I) abordaram um Ecosport branco, onde estavam guardadas nove malas com os entorpecentes. O carro era dirigido por M.J.A.S.F., o “Mané”, de 24 anos.

Numa tentativa de fuga, um Polo prata, que também seria fiscalizado, foi acelerado pelo técnico V.M.S., de 41 anos. Policiais militares de Pereira Barreto foram chamados para dar apoio, assim como a PM Rodoviária. O carro foi parado próximo dali.

Um terceiro automóvel, um Uno branco, também foi abordado no local. Os motoristas se comunicavam por meio de mensagens de texto. “Meninas, onde estão?”, perguntava um deles para as duas suspeitas - J.D.S., de 22 anos, e a técnica em contabilidade R.S.H., de 40.

J.D.S. escondia no sutiã dois chips de diferentes operadoras de telefonia móvel, que foram apreendidos. Ela contou aos policiais que só fazia aquilo para realizar um pedido de seu companheiro, o ajudante J.C.F.S., de 24 anos, que conduzia o Uno.

Dentro dos três veículos, foram encontrados R$ 2.767,60, várias notas fiscais de shoppings paraguaios, um mapa do trajeto entre a cidade de São Paulo e um dos locais de compra, no país vizinho ao Brasil.
Duas garrafas de uísque, três bonecas, bijuterias, óculos, um videogame, 11 bonés, 11 pares de meia e até um creme e tinturas para cabelo integraram a lista de objetos apreendidos, que incluiu 12 celulares dos criminosos.

O vendedor R.L.S., de 30 anos, também estava com os suspeitos, durante a ação, e foi preso. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Ilha Solteira.

Os seis integrantes da quadrilha foram indiciados por porte de drogas sem autorização e associação ao tráfico de entorpecentes.

Rafael Iglesias-Secretaria de Segurança Pública-SP.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Governo descarta feriado nos jogos do Brasil na Copa

Servidores públicos serão dispensados 12h30 e bancos funcionarão normalmente

O governo brasileiro decidiu que servidores públicos federais serão dispensados a partir das 12h30 em dias de jogos do Brasil durante a Copa do Mundo que começa em junho, informou o Ministério do Planejamento nesta quinta-feira. Com isso, não haverá feriado nacional e o funcionamento de bancos, por exemplo, deverá ocorrer normalmente nesses dias.

Segundo comunicado do Planejamento, os servidores deverão compensar as horas não trabalhadas em outro momento a ser definido. E nas datas de realização de jogos sem a participação da seleção brasileira haverá expediente normal de trabalho dos servidores federais. Pela Lei Geral da Copa, feriados municipais e estaduais devem ser decididos por cada ente da federação, e não pela União.

Em 12 de junho, na abertura do Mundial, o Brasil jogará contra a Croácia em São Paulo, às 17h. Ainda pela primeira fase, em 17 de junho, a seleção brasileira jogará contra o México em Fortaleza, às 16h. Em 23 de junho, a partida será contra Camarões em Brasília, às 17h (todos horários de Brasília).


Thiago Silva levanta o trofeu de campeão da Copa das Confederações, no Maracanã (© Getty Images)

Por ESPN.com.br com Agência Reuters- espn.com.br

DEPOIS DE EVENTO EM RIO PRETO>Dilma se reúne com Lula por mais de 3 h na capital paulista

HAJA FOLEGO!
A presidente Dilma Rousseff teve nesta sexta-feira, 04, um encontro com seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, no Hotel Renaissance, próximo à avenida Paulista, em São Paulo. O encontro durou mais de três horas e terminou pouco antes das 19h.


Mais cedo, a presidente esteve em São José do Rio Preto, interior paulista, onde participou da entrega de 2,5 mil unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida. Em entrevista a emissoras de rádio locais, Dilma anunciou que, em agosto, deverá lançar uma nova etapa do Programa de Aceleração do Crescimento, que será chamado de PAC 3.
Dilma visitou a casa que Gislaine ganhou.

Após o encontro, Lula seguiu para Osasco, cidade da região metropolitana, onde participa agora à noite de um evento com militantes do PT.

(Fotos: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)

DIG-DISEengata mais uma operação contra o crime


Na sexta-feira, 04, as delegacias DIG/DISE de São José do Rio Preto desencadearam no período da tarde uma operação a fim de combater modalidades criminosas na cidade, com ênfase ao tráfico de drogas praticado no bairro Santo Antônio. Foram mapeados previamente pontos de venda de drogas e a abordagem dos suspeitos ocorreu em seguida.
No Jd. Santo Antônio, na Zona Norte da cidade, uma equipe de policiais localizou o ponto de venda de drogas de Jefferson Martins H. dos Santos, de 22 anos. Ele escondia sua mercadoria ilícita em um monte de pedras e foi surpreendido pela equipe quando pegava o entorpecente. Com ele foram localizadas algumas porções de crack e em ato contínuo, os policiais civis foram até a casa dele, no mesmo bairro, e localizaram o restante das pedras de crack. Ao todo foram apreendidas 112 porções embaladas e prontas para o comércio, além de uma pedra média, que ainda seria subdividida em pelo menos 40 unidades.
Após a prisão de Jefferson a mesma equipe permaneceu no Santo Antônio e seguiu a outro ponto de venda de drogas e, vendo um adolescente em atitude suspeita, resolveram abordá-lo, pois ele já era conhecido nos meios policiais. Com I.S.P. de 17 anos os investigadores localizaram 21 pinos de cocaína e R$30,00 em dinheiro. Ele foi conduzido à DIG e apreendido por tráfico. "Esta é a terceira passagem do menor pelo ato infracional de tráfico de drogas, o que mostra a fragilidade e ineficácia do ECA em punir adolescentes infratores." disse a autoridade policial da DIG-DISE.
Enquanto isso, outra equipe de investigadores seguiu até uma rua do Santo Antônio e abordou um também adolescente, de quinze anos, vendendo maconha. Com o menor foram apreendidas onze porções médias de maconha e uma pequena da mesma droga. Ele também foi encaminhado à DIG e passará a noite recolhido em uma cela do Plantão Policial, e amanhã será apresentado na Vara da Infância e Juventude, que decidirá pela internação ou não dele na fundação CASA.

Receptador é preso

A DIG/DISE prendeu também Allan Filipini Brao de 31 anos. Na residência dele, no bairro Maria Lúcia, os policiais apreenderam duas máquinas compactadoras de solo que haviam sido furtadas de uma empresa de construção civil. As duas máquinas avaliadas em cerca de 24mil reais estavam de posse do indiciado que alegou tê-las recebido referente a uma dívida que contraiu com terceiro, que será investigado. Allan já tem passagens por roubo e, conduzido à DIG, foi preso em flagrante por receptação dolosa.
Na última prisão, os policiais civis localizaram um procurado pela justiça por condenação do crime de roubo. Ele estava na via pública e foi abordado. M.V.B. de 22 anos foi preso e será encaminhado a algum estabelecimento prisional do Estado.

Fonte e fotos dos produtos apreendidos:DIG-DISE-divulgação.

Prefeito e Dilma entregam Lealdade e Amizade


Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

As chaves das 2.508 casas dos residenciais Lealdade e Amizade, construídas na região leste de São José do Rio Preto, foram entregues nesta sexta-feira (4/3) com a presença da Presidente Dilma Rousseff, que visitou uma unidade do empreendimento. “São casas confortáveis e bem bonitas”, destacou Dilma.



“Nós só temos a agradecer ao Governo Federal. Rio Preto está fazendo grandes obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento”, destacou o prefeito Valdomiro Lopes.

Dilma elogiou a escolha do nome. “É um nome lindo: Lealdade e Amizade”. Ela destacou que esteve na cidade em 2011 e prometeu voltar para entregar novas casas. “Estou aqui para completar a promessa”, disse.

A cerimônia contou ainda com as presenças do ministro das Cidades, Gilberto Occhi, do secretário estadual de Planejamento, Julio Semeghini, representando o governador Geraldo Alckmin, além de deputados federais e estaduais.

“Hoje temos a oportunidade de entregar um benefício que vai melhorar a vida das pessoas, que vão pegar moradia digna”, destacou Occhi.

As famílias selecionadas começaram hoje mesmo a levar as mudanças para as novas moradias.

Com essa entrega o município atinge a marca de 8,4 mil casas entre construídas e em construção. “Rio Preto se destaca no Programa Minha Casa Minha Vida como a cidade que mais construiu moradias nos últimos anos”, afirma o presidente da Emcop, Antonio Basílio.

O Residencial da Amizade é constituído de dois módulos totalizando 927 unidades térreas. O Residencial da Lealdade tem 1.581 unidades distribuídos em 4 módulos.

Todas as casas serão construídas em terrenos com metragem mínima de 200 m2 cada, com 41,2 m2 de área construída composta de 02 quartos, 01 banheiro, 01 sala de estar/jantar, 01 cozinha e aquecedor solar. Os residenciais reservam ainda imóveis adaptados para pessoas portadoras de necessidades especiais, conforme diretrizes do programa sendo previstas ainda unidades adaptáveis reservadas para os idosos.

04-04-2014

CERIMÔNIA DE ENTREGA DE 2.508 UNIDADES HABITACIONAIS DOS PARQUES RESIDENCIAIS DA LEALDADE E DA AMIZADE, DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA


Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Presidenta Dilma Rousseff visita a casa da senhora Gislaine Aparecida de Oliveira durante cerimônia de entrega de 2.508 unidades habitacionais dos Parques Residenciais da Lealdade e da Amizade, do Programa Minha Casa Minha Vida. (São José do Rio Preto - SP, 04/04/2014)
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Ouça aqui o áudio do discurso da presidenta Dilma durante o evento que reunião cerca de 7 mil pessoas, segundo a prefeitura.

Presidenta Dilma Rousseff abraça e é abraçada pelos beneficiados.
Fotos:Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Estrada Municipal São José do Rio Preto 351.

O novo bairro localizado na Estrada Municipal São José do Rio Preto 351, é o maior empreendimento popular construído até o momento na cidade, com 2.508 casas e vai beneficiar cerca de 10 mil pessoas.

Os empreendimentos já entregues são: Residencial Nova Esperança, entregue em 2011, com 2.491 casas. Na Vila Toninho foram entregues, em 2011, 256 apartamentos e em 2013 foram mais 1.038 casas entregues no residencial Luz da Esperança. No Distrito de Talhado foram 101 moradias em 2014 entregues com outras 40 casas no Bairro João Paulo II.

Com essas moradias o município atinge a marca de 8,4 mil casas entre construídas e em construção. “Rio Preto se destaca no Programa Minha Casa Minha Vida como a cidade que mais construiu moradias nos últimos anos”, afirma o presidente da Emcop, Antonio Basílio.

O total de investimentos pelo Programa Minha Casa Minha Vida para esta obra é de R$ 172,8 milhões. A Prefeitura vai investir R$ 7 milhões para obras de construção de duas escolas (uma de ensino fundamental e outra de ensino infantil), uma Unidade Básica de Saúde.

Além disso, o SeMAE investiu cerca de R$ 4,4 milhões na implantação do sistema de saneamento básico para as 2.508 unidades dos dois empreendimentos. No Residencial Lealdade foram 12.700 metros de rede de água, 12.000 metros de rede coletora de esgoto, três poços e um reservatório. No Amizade, a Autarquia implantou 7.500 metros de rede de distribuição de água, 6.900 metros de rede de esgoto, perfurou dois poços, construiu um reservatório e uma estação elevatória de esgoto.

O Residencial da Amizade é constituído de dois módulos totalizando 927 unidades térreas. O Residencial da Lealdade tem 1.581 unidades distribuídos em 4 módulos. Todas as casas serão construídas em terrenos com metragem mínima de 200 m2 cada, com 41,2 m2 de área construída composta de 02 quartos, 01 banheiro, 01 sala de estar/jantar, 01 cozinha e aquecedor solar. Os residenciais reservam ainda imóveis adaptados para pessoas portadoras de necessidades especiais, conforme diretrizes do programa sendo previstas ainda unidades adaptáveis reservadas para os idosos.

-Eutoridades do governo federal, deputados federais e estaduais, prefeito e vereadores rio-pretenses e da região participaram do evento.



04-04-2014.